AMOR PLATÔNICO




‘’Amar alguém é viajar na terra onde ninguém vai...’’

Como diz esse trecho da música da Paula Fernandes... o nosso coração é um território particular...Ninguém tem acesso a não ser nós mesmas, o nosso coração guarda sentimentos que muitas vezes ficam até difíceis de achar palavras para expressar o que sentimos ...
O coração é um território que ninguém pisa, nos magoamos, amamos, odiamos, é uma mistura de sentimentos que nos faz rir ou chorar.

Quando amamos alguém a voz quer gritar aos quatros ventos tudo o que o coração sente, porém nem sempre isso é uma boa opção, muitas vezes ao invés de encontrar a felicidade declarando nossos sentimentos , podemos estar entrando em um abismo sem volta, dando margem ao sofrimento e mágoa por conta do desprezo do outro .
A verdade é que o amor não pede licença para entrar no nosso território particular, ele simplesmente entra e vai dilacerando tudo,  tirando os pés do chão, faz sonhar se iludir e ao mesmo tempo se magoar, muitas vezes amar alguém também é sinônimo de felicidade , mas isso depende muito do outro quando esse amor é declarado .

Apesar do coração ser um território particular onde ninguém pisa, quando permitimos que o amor entre e tome conta , estamos dando margem ao sofrimento uma vez que permitimos outra pessoa nos magoar ...
É difícil esquecer um amor não correspondido é muito difícil , mas se não lutarmos contra , nunca mais o coração irá deixar de se magoar.
É dolorido para alguém que ama ficar perto do outro sem poder tocar sem poder dizer o que sente, apenas ficar imaginando como seria.

O amor platônico na verdade é um punhal de dois gumes  pode se tornar um amor doentio, mas por um outro lado  é um amor verdadeiro, um amor que sobrevive a distancia sem toque, sem beijos , é uma prova de amor , um amor de fã pelo seu ídolo, um amor profundo e eterno, apesar do sofrimento,  pode se dizer que é um amor mais forte que existe.

Mas um amor platônico , é o mesmo que anular a própria vida, pois não dá espaço para outra pessoa real  entrar , desde que amar alguém é viajar para um terra onde ninguém vai, com certeza é uma terra que ninguém terá acesso , mas um dia terá que fazer as malas e voltar dessa viajem e voltar pra casa e libertar o coração  e deixar alguém real entrar , onde o amor seja reciproco, pois de nada adianta amar,  ser rejeitada, não ser respeitada, nunca ser tocada e nem amada...

O amor platônico é um segredo que o coração guarda para si, um sentimento particular, que ninguém precisa entender, apenas quem sente esse amor sabe distinguir a felicidade da infelicidade, se está valendo a pena ou não prosseguir com esse sentimento platônico, pois cada um sabe se a viajem será pra sempre ou está prestes a terminar, quem coloca um fim é quem sente pois nada melhor do que a própria pessoa para saber o que vale a pena, mas de uma coisa é certa , a vida passa e as oportunidades também, então cabe a cada um, saber se pretende viver ou esperar por quem nunca virá...

Enquanto se espera , a sempre alguém  feliz em seu lugar usufruindo de momentos que poderiam ser teus... e aquele que poderia ser seu, está vivendo a vida sem ao menos se preocupar com seus sentimentos ... simples... assim...


Respeite os Direitos Autorais
by: VGitana ®
© Todos os Direitos Reservados

Veja todas as Posts: Clique Aqui